Aquecimento do mercado imobiliário muda a cara da Chucri Zaidan

 Aquecimento do mercado imobiliário muda a cara da Chucri Zaidan

São Paulo, SP 17/6/2021 – A Berrini é uma das melhores regiões para quem deseja investir em imóveis corporativos, o que significa que haverá uma demanda crescente por moradia.

A Berrini e a Chucri Zaidan estão atraindo empresas e movimentando o mercado imobiliário na zona sul mostrando aquecimento no segmento e indo na contramão de outros setores da economia.

A Avenida Chucri Zaidan, na zona sul da capital paulista, tem atraído a atenção de empresas e de construtoras e tem tudo para ser a região que mais cresce na cidade. 


Segundo a SiiLA, (Sistema de Informação Imobiliária Latino-Americana), a Chucri Zaidan possui o maior estoque de escritórios de São Paulo. Dentre os empreendimentos de alto padrão se destacam o Rochaverá Corporate Towers, WTorre Morumbi, EZ Towers e o Parque da Cidade. 

Desde 2010, quando a então Odebrecht, atual Novonor, comprou um grande terreno e construiu um complexo de seis torres empresariais, duas residenciais, um shopping e um hotel, a região tem crescido bastante.

De 2020 até o presente momento, várias empresas têm mudado suas sedes para este e outros complexos de prédios. A própria Novonor se mudou para o Parque da cidade e prevê a criação de mais 6 mil empregos além dos atuais 25 mil empregados que já possui. O que significa um grande aumento de pessoas circulando na região nos próximos 3 anos.

Outras empresas mudaram suas sedes para endereços na região. A ENEL irá sair de sua sede na região metropolitana de São Paulo para o Edifício Aroeira, no complexo Parque da cidade. Por enquanto seus funcionários ainda estão em home office, mas a mudança ocorrerá ainda este ano.

O complexo Rocheverá recebeu investimento dos fundos imobiliários do Banco Safra e do grupo BTG Pactual, além do gestor Kinea. A BR Properties pagou R$ 832,4 milhões em um terreno e segundo a BR fará um condomínio com uma torre de salas comerciais, cinco torres corporativas, dois edifícios residenciais, um shopping e um hotel cinco estrelas.

Enquanto essas empresas se mudam para prédios já construídos, o Carrefour e a WTorre lançam um complexo que contará com uma torre comercial, um shopping, uma torre multiuso e outra residencial no terreno onde ficava o primeiro mercado do grupo no país.

A região também ganhará edifícios residenciais de alto padrão. O Extension Berrini, da construtora Galli, por exemplo, terá uma torre pensada principalmente para as pessoas que atuam e que irão trabalhar na região.

Com a construção desses complexos empresariais e mudança de sede dessas empresas, devem chegar na região, crescendo também o número de moradias que estarão em vista, o que alimentará o mercado imobiliário na Chucri Zaidan.

A taxa de vacância da região está abaixo dos 7%, oferecendo um retorno estimado de 9,5% ao ano para o investidor. O mercado imobiliário vem na contramão de outros setores da economia, a construção civil manteve os serviços durante boa parte da pandemia e isso fez com que diversas construções se espalhassem em boas localizações.

Essas mudanças das empresas e novos prédios residenciais devem mudar a cara da zona sul de São Paulo e manter o ramo imobiliário em crescimento.

Website: http://extensionberrini.com.br/

Outras notícias