Cinco motivos para investir em uma franquia

 Cinco motivos para investir em uma franquia

Iniciar um novo negócio totalmente do zero não é uma tarefa fácil. É necessário fazer um plano empresarial, estudar o mercado que deseja investir, entender quem é o público-alvo, que fornecedores escolher, desenvolver os produtos e serviços que serão comercializados, criar estratégias de marketing para chamar a atenção do cliente, entre muitas outras ações para conseguir fazer o negócio começar a andar.


Mas, e se o empreendedor pudesse pular essa etapa e já começar com todos os recursos necessários fornecidos por uma empresa que já está consolidada no mercado? Essa é a ideia do franchising, dar às pessoas a oportunidade de administrar o próprio negócio com a ajuda e o apoio de uma marca maior, que tem um modelo já definido e testado previamente.

Operando há mais de 50 anos no Brasil, a modalidade de franquia tem dado certo no país. Em apenas 12 meses, do período de abril de 2021 a março de 2022, o setor registrou um crescimento de quase 14%, com um faturamento de R$ 188 bilhões, segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Para a empresária Rebeca Martins, diretora da franquia Dona Waffle, o franchising é a opção menos arriscada para quem deseja abrir um negócio. “Ao construir uma empresa do zero, ocorrerão falhas que podem custar dinheiro, tempo, energia e frustração. Com uma franquia, essas armadilhas podem ser evitadas porque há um sistema testado e comprovado para recorrer. Além disso, todo o plano de negócio, as projeções financeiras, material de marketing estão prontos, garantindo mais segurança para o franqueado. As etapas são acompanhadas pela franqueadora que fornece treinamento e suporte desde a assinatura do contrato até o dia a dia da unidade. Tudo isso reduz drasticamente as chances de uma operação falhar”, explicou a diretora.

Abaixo estão 5 principais razões para investir em uma franquia:

1. Experiência e sistema comprovado

Uma das maiores vantagens em investir em uma franquia é o know-how oferecido pela empresa, que deve compartilhar com o franqueado tudo o que ele precisa saber para gerenciar o negócio.

Para se tornar uma franquia, a empresa passou por diversas etapas e desafios até chegar em um método ideal de atuação, algo que pode levar anos para um empreendedor sozinho conquistar.

Para se ter uma ideia, segundo o Sebrae, a taxa de mortalidade das pequenas empresas com até dois anos de operação é de 23%, enquanto no franchising, o mesmo indicador é de 3%.

2. Marca forte e reconhecida

Ao fazer parte de uma rede de franquia, o franqueado tem a oportunidade de utilizar uma marca reconhecida regional ou nacionalmente pelo seu público, o que gera mais segurança, conforto e familiaridade nos clientes, que já sabem o que vão consumir ao entrar na loja.

3. Suporte contínuo e treinamento

As franqueadoras realizam um programa de treinamento que normalmente é realizado em seus escritórios corporativos, além de um treinamento adicional que ocorre no local real da franquia antes da inauguração.

Além disso, ao adquirir uma franquia o franqueado tem o apoio do franqueador, que deve oferecer suporte contínuo para tirar dúvidas, ouvir sugestões e reclamações. Geralmente, as franqueadoras também possuem equipes de campo que visitam as unidades para fornecer treinamento extra, se necessário.

4. Plano de marketing

Ao investir em uma franquia, o franqueado poderá receber ferramentas e estratégias de marketing comprovadas para atrair e reter os clientes. Normalmente, a equipe ajuda o franqueado a desenvolver planos e orçamentos de marketing reais para a inauguração da unidade, além de periodicamente criar promoções, novidades e ações em datas comemorativas para movimentar a franquia.

5. Poder de negociação com fornecedores

Como uma franquia realiza compras em massa, ela tem maior poder para negociar descontos e ofertas especiais com os seus fornecedores. Essa vantagem acontece desde a aquisição e contratação de maquinários, móveis, arquiteto até a compra dos produtos de insumo, trazendo margem para o franqueado e melhor preço para o cliente final, que terá um produto de alta qualidade por um valor justo.

“Acredito que a razão mais óbvia para investir em uma franquia é aproveitar o sistema comprovado. Não há necessidade de abrir seu próprio caminho, pois esse trabalho duro já foi feito. A marca, os sistemas e procedimentos já estão em vigor. Isso permite que o franqueado concentre seus esforços na área mais importante, que é o crescimento do negócio”, finalizou Rebeca Martins, diretora da franquia Dona Waffle.

Outras notícias