Empresas obtêm retorno de até 33 milhões de dólares com comunicação unificada

 Empresas obtêm retorno de até 33 milhões de dólares com comunicação unificada

A Consultoria Forrester Research, especializada em pesquisa consultiva para líderes corporativos, divulgou recentemente um levantamento sobre a importância de um sistema único de comunicação nas empresas.

O NPV – Net Present Value – que é um dos índices verificados dentro das organizações, o qual prevê e identifica os fluxos de caixa futuros ao longo de um investimento num determinado período, até o presente momento – normalmente é utilizado nas áreas de finanças para determinar a segurança de investimentos, valor de um negócio ou outros fatores. No estudo da Forrester, este índice foi identificado para as empresas que optaram por trocar suas tecnologias legadas e soluções fragmentadas dentro das companhias. Adicionamente obtiveram até mesmo uma melhoria na área de compliance, evitando o conhecido Shadow IT (TI desconhecido).

Para a Accenture, que entrevistou mais de 400 CIOs e CTOs, destaca o que chamou de “fragmentação digital”, que impede o crescimento estratégico da empresa e barra a globalização. Nesse sentido, mais de 60% dos entrevistados pela Accenture estão revendo suas arquiteturas de TI.


“Nossos clientes descrevem, em pouco tempo após a implementação, que o uso de uma única plataforma, disponibilizando canais de comunicação para seus colaboradores, clientes e fornecedores, melhorou muito em termos de agilidade e produtividade”, enfatiza Aguinaldo Barbosa, Diretor Geral da XP On.

Em muitas organizações, a utilização de soluções múltiplas de videoconferência, sistemas de telefonia, dificultavam o acesso ou utilização, segundo o estudo da Forrester. “Uma solução única, baseada em software dentro de uma empresa, pode aumentar em até 52 vezes – esse índice foi levantado pela Zoom. Além disso, uma qualidade ruim de conexão pode prejudicar o relacionamento com o cliente. Sem mencionar, os custos com infraestrutura de equipamentos legados, que aumenta a despesa anual da empresa”, finaliza Aguinaldo.

Os tomadores de decisão relataram no estudo da Forrester, que as soluções legadas eram difíceis de acessar e usar para os usuários finais. As videochamadas demoravam muito para serem configuradas, especialmente quando incluíam partes externas ou conexões VPN ou ponto a ponto, necessárias para discutir material confidencial. Isso levou a perda de tempo, diminuição da produtividade e muitas reuniões planejadas nem mesmo ocorrendo.

Outras notícias