Produção de conteúdos digitais eleva o marketing de influência

 Produção de conteúdos digitais eleva o marketing de influência

É notório que o marketing de influência no mundo digital tem sido uma das pautas mais amplamente exploradas atualmente dentro do universo comercial e mercado de varejo. Essa abordagem vem como uma ferramenta que pretende elaborar ações focadas em indivíduos que exerçam certa influência no público-alvo desejado ou que possa vir a se interessar pela marca. No entanto, essa estratégia deve ir além dos influenciadores, no sentido da construção de sua própria identidade e a busca por relevância e posicionamento no mercado.


A indústria tradicional de publicidade tem perdido cada vez mais conexão com os consumidores que estão muito mais em busca de identificação e essência, tendo o poder no toque ou deslizar dos seus dedos na tela de seu celular. Essa tal flexibilidade, que ainda pode ser dificilmente encontrada na publicidade, reflete na alta demanda do momento em humanizar a comunicação para realmente se aproximar dos consumidores interessados e qualificados.

Seguido essa tendência, diversas iniciativas como pequenas agências, start ups ou hub criativos, têm aparecido no mercado, prometendo auxiliar os influenciadores digitais nessa tarefa e, muitas vezes, até mesmo negociando contratações e fazendo a ponte entre marcas e personalidades para uma produção conjunta e colaborativa: as famosas #publis.

Um dos hubs mais recentes do mercado nesse segmento, a ONEDOT Creative Content, conta, através de seu fundador, o designer e cool hunter Alex Lima, que “o principal desafio nesse ramo é oferecer uma experiência atraente e eficiente na comunicação com o público, buscando aproximá-los mais no sentido de comunidade do que de meros consumidores. É aí que a estratégia de marketing de influência se faz necessária. E dentro dessa estratégia, a qualidade técnica e a criatividade são pilares fundamentais para uma criação de conteúdo atrativo e eficiente”, afirma Alex, que após passar anos transitando entre design e marketing de moda, resolveu unir o melhor dos dois mundos fundando um coletivo criativo que oferece serviços multimídia para marcas e influenciadores, em locações no Brasil e em cidades da Europa, contando com um casting de diferentes talentos e nichos.

O ator Christian Malheiros – que se destacou especialmente pelo seu papel na série Sintonia, produção da Netflix e um dos ‘creators’ da ONEDOT – como profissional do ramo audiovisual, também tem se aventurado em alguns trabalhos publicitários na internet, e comenta: “Uma boa ideia e liberdade de criação sempre vão ser os pontos-chave para um bom desenvolvimento do criador, mas sempre temos que levar em conta as expectativas da marca sem deixar de colocar nosso DNA no projeto. Um roteiro bem pensado, edição afiada eleva o seu trabalho e mostra não só o quanto o produto pode ser bom, mas também o tipo de criador que você é, e até o nível que está a qualidade do seu trabalho”, afirma Christian.

O marketing de influência tem como premissa passar confiança e engajamento genuíno sobre o produto ou serviço em questão, através de vozes das quais o indivíduo tenha identificação, admiração ou representatividade. Por esta via, a probabilidade do público ser cativado pela marca é muito maior. É a qualidade à frente da quantidade, em todos os sentidos. Uma produção publicitária convencional em horário nobre de uma TV aberta, por exemplo, pode custar milhões e atingir um público muito maior, mas no marketing de influência, tudo é otimizado para que os recursos sejam assertivos e mire no público exato, mesmo que infinitamente menor, usando da audiência dos influenciadores e também de sua criatividade, posicionamento, reputação ou o talento que o levou a se tornar relevante na internet.

Para João Storch, creator e filmmaker, que trabalha principalmente criando conteúdos para marcas e influenciadores, “a criatividade e qualidade técnica são fundamentais para expressar profissionalismo. Quando você consegue unir os dois assuntos, você consegue chamar a atenção do público. Prendendo a atenção na técnica e convertendo na criatividade”.

Um marketing estratégico atrelado à uma boa comunicação auxilia diretamente no posicionamento das marcas que buscam este caminho. E com a imensa quantidade de pessoas querendo se tornar influenciadores digitais, junto cresce exponencialmente a demanda pela criação de conteúdo profissional de qualidade. O alto nível na criação de conteúdo passou a ser algo esperado não somente pelas marcas, mas também pelo público consumidor. Com isso, os criadores têm se empenhado cada vez mais para produzirem conteúdos que atendam a essa expectativa, favorecendo não somente a marca contratante, mas elevando o próprio perfil do criador.

Os famosos “recebidos”, embora ainda existam e tenham o seu valor, têm dado espaço para criações mais elaboradas, com storytelling, qualidade sonora, de imagem e edição, que é tudo o que uma empresa mais quer quando busca esse tipo de canal para promover a sua marca, almejando criar conexões genuínas com o público, não somente através da identificação com porta-voz da ação, mas também sendo impactado pela alta qualidade e emoção que um bom conteúdo é capaz de gerar.

Outras notícias