Tecnologias de gestão trazem mais eficiência para o agronegócio

 Tecnologias de gestão trazem mais eficiência para o agronegócio

Pesquisas apontam que o uso de inovações tem aumentado em todos os segmentos do agronegócio brasileiro. O relatório Agricultura Digital 2021 prevê um crescimento de 183% no uso de tecnologias de software e hardware até 2026. Essa digitalização do campo pode transformar as atividades agrícolas em termos de tempo, produtividade e economia.  


O uso de sistemas de gestão, os ERPs, tem ajudado a impulsionar essa transformação digital do agro. Softwares como o Siagri Simer, da Aliare, são coletores e fornecedores de dados relevantes, que auxiliam na tomada de decisões e no crescimento dos negócios.  

Falta de pessoal, escassez de recursos, complexidade na implantação e infraestrutura de TI pouco desenvolvida são alguns dos principais motivos alegados por empresas do agronegócio que ainda não utilizam ERPs. Com foco na solução desses desafios, tecnologias intuitivas, adaptáveis e 100% online têm chegado ao mercado.  

“Softwares com tecnologias modernas e flexíveis ajudam empresas a crescerem com eficiência no agronegócio”, explica o CEO da Aliare, Carlos Barbosa. Quanto à utilização, há sistemas com aprendizagem em tempo real, que treinam o usuário para usar a ferramenta. 

A I.Riedi Grãos e Insumos, empresa paranaense, utiliza um ERP 100% web para monitorar as atividades financeiras, de compra e venda de insumos, beneficiamento de sementes, originação e expedição de grãos. “O ERP integra todas estas operações, tornando o processo gerencial mais seguro e ágil”, diz Geraldo Aparecido, diretor administrativo da I.Riedi.  

Outras notícias