Uruguai aposta no enoturismo para atrair novos visitantes

 Uruguai aposta no enoturismo para atrair novos visitantes

Com cerca de 6 mil alqueires de área cultivada, as vinícolas uruguaias disputam com outros países a fatia de visitantes do segmento de enoturismo e vêm investindo na promoção de eventos em torno do vinho, com o apoio do INAVI- Instituto Nacional de Vitivinicultura do Uruguai. O consumo de vinhos per capita no país registra 24,5 litros por ano, enquanto os números de exportação atingem a cifra de mais de 5 milhões de litros, sendo o Brasil o país que mais importa rótulos uruguaios e responde por 70% do total exportado.

Sua uva mais emblemática é a Tannat, autóctone, mas outras variedades estão surgindo entre os produtores, como a Carbernet Sauvignon, Merlot e Cabernet Franc, entre os tintos, e a Sauvignon Blanc, Chardonnay e Albariño, entre os brancos. As principais regiões produtoras estão concentradas em Canelones, Colonia, Maldonado, Montevidéu, Rivera e Salto, e oferecem programas enoturísticos que incluem visitação, prova e experiências no vinhedo. Juntas, contribuem para que a venda de vinhos uruguaios se mantenha em alta e ultrapasse a faixa atual de 65 mil litros ao ano.

Avanços nas técnicas de manejo do vinhedo vêm permitindo iniciativas sustentáveis da vitivinicultura do país, seja no uso racional da água, ou na exclusão de pesticidas, entre outras iniciativas. Segundo o INAVI, busca-se atualmente uma certificação sustentável, parte de um projeto envolvendo o Programa de Certificação de Viticultura Sustentável, desenvolvido pelo Instituto. O objetivo é fomentar o manejo responsável do cultivo de vinhas em âmbito nacional, minimizar os riscos nas condições de trabalho e saúde de quem atua no setor, e proporcionar uma produção segura como matéria-prima para as futuras vinificações, promovendo as melhores práticas agrícolas no cultivo de uvas. As vinícolas que se adequarem a estes requisitos na produção dos seus vinhos, poderão portar um selo distintivo como vinho certificado em viticultura sustentável.


A participação em feiras e eventos gastronômicos está no centro da promoção dos vinhos uruguaios, seja no país ou no exterior. Em Punta del Este, nos dias 17 e 18 de junho, por exemplo, o Enjoy Punta del Este promoverá a primeira feira de vinhos uruguaios com o apoio do INAVI, reunindo cerca de 40 vinícolas, e espera receber aproximadamente 800 visitantes por dia. 

Salon del Vino Uruguayo acontecerá no Centro de Eventos do resort e traz em paralelo, além da exposição de vinhos, um wine tasting, e três degustações às cegas, que incluem júri de prestígio como Sergio Hormazabal, ex-presidente da associação de Engenheiros Agrônomos do Chile, conhecido degustador internacional e enólogo da Ventisquero; e André Gasperin, do Brasil, presidente da Associação Brasileira de Enologia, enólogo e proprietário da vinícola Don Affonzo, de Caxias do Sul, ao lado de outras quatro autoridades do vinho, ainda a serem confirmadas. 

Seguindo o formato do Salon del Vino Fino, feira anual de vinhos sediada pelo resort durante o verão, o evento terá estações de degustação de aproximadamente 200 rótulos do país além de propostas gastronômicas para acompanhar, e acontecerá a partir das 21h00, na sexta feira, 17, e no sábado, dia 18 de junho. Também na sexta-feira, serão promovidas três degustações às cegas de diversas variedades de vinhos e cepas selecionados pelo júri, às 10, 12 e 15 hs. Através de um app, o público participante também poderá votar no melhor vinho da seleção. 

Os ingressos para ambos dias da Feira podem ser adquiridos pelo RedTickets.uy https://redtickets.uy

Outras notícias