ABC completa 74 anos com celebração e apresentação musical 

Publicado em:

A ABC (Associação Beneficente  Campineira) completa 74 anos em 2024 e celebra com ato de Ação de Graças, no dia 16 de junho, domingo, às 9h, na Igreja Metodista Central de Campinas. A celebração, que contará com a participação do jornalista Eduardo Brambilla e apresentação Coral Infanto-Juvenil da ABC, é aberta ao público. 

Fundada em 13 de junho de 1950, a entidade , que começou oferecendo  um trabalho de atendimento a crianças e bebês de famílias carentes e de baixa renda, moldou-se às necessidades de cada década, ampliou sua base de atuação, e hoje atende 90 crianças e 120 famílias na região do São Marcos. 

Para o presidente da entidade, Edison Cardoso Lins, a comemoração dos 74 anos da entidade é um momento de celebrar e agradecer. “”São 74 anos de muito serviço para a cidade, muito a agradecer. É um momento de  renovar e ampliar ações, rumo aos 75 anos, sempre contando com o apoio e o acolhimento da comunidade. Vamos realizar este ato de ação de graças aberto ao público e nos colocamos a disposição para receber neste ato todos que puderem comparecer para celebrar com a gente e conhecer mais sobre a ABC”, comentou o presidente. 

História

A história da ABC começou quando a espanhola Elizabeth Nunes, (1881 – 1965), passou a fazer parte da Sociedade de Senhoras da Igreja Metodista Central de Campinas, na década de 40, do século 20.

Entendendo a vulnerabilidade em que muitas pessoas carentes estavam inseridas, ainda em meados do século 20, Elizabeth  iniciou-se um trabalho de atendimento a crianças e bebês de famílias carentes e de baixa renda, em Campinas. Consolidando esta iniciativa, em 13 de junho de 1950 foi inaugurado o Dispensário Infantil na Igreja Metodista Central de Campinas,  que mais tarde viria a se chamar ABC (Associação Beneficente de Campinas). 

A campanha  “Cesta do Bebê”, destinada a arrecadar fundos e doações para a primeira ação da organização iniciou os trabalhos da entidade, que também promovia a distribuição de  cestas básicas, roupas e medicamentos gratuitos para pessoas em vulnerabilidade social. 

Elizabeth tinha 69 anos quando fundou a ABC e pode acompanhar a consolidação do trabalho de sua vida durante 15 anos, vindo a falecer em 1 de dezembro de 1965, aos 84 anos. 

Comunidade

No território do Jardim São Marcos desde 1979, o trabalho da organização foi abraçado pela comunidade e conta com histórias de várias gerações familiares que passaram pela entidade. 

Uma destas famílias é a de Tais Cristina Vilsen de Souza, 30 anos, que passou pela entidade e é mãe de Wallison Souza Santos,  13 anos, adolescente que atualmente é atendido da ABC. “Eu amei ficar no ABC, eu aprendi muito, evoluí muito como pessoa, me desenvolvi rápido, mesmo na adolescência, consegui aprender muita coisa. Tudo isto me incentivou a  colocar o Wallison na ABC, cujas atividades e convivência tem feito muito bem para ele”, aponta Tais. 

Legado

Ao longo dos anos, a entidade colecionou  reconhecimentos e parcerias, nacionais e internacionais. 

A  marca forte da liderança amorosa e responsável de Elizabeth continua norteando as diretrizes estratégicas da entidade, que foi reconhecida duas vezes pelo Prêmio Bem Eficiente, em 1998 e 2001.
A entidade recebeu ainda menção honrosa na Câmara Municipal de Campinas, e é reconhecida como  entidade de utilidade pública pela Prefeitura de Campinas e pelo Estado de São Paulo e está inscrita no Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente de Campinas desde o início da década de 90.

No início dos anos 2000, a entidade começou um projeto  com o dançarino e coreógrafo Luyz Baldijão, ação que levou  os atendidos e o nome da ABC para programas de TV como Hebe (Sistema Brasileiro de Televisão), Como Será e Mais Caminhos (EPTV Campinas, Rede Globo), além de proporcionar também oportunidades de viagens internacionais em turnê, Washington  e Nova York (EUA) e nacionais em São Paulo, Americana, Piracicaba e Rio de Janeiro.

Serviço

Culto de Ação de Graças  – 74 anos de serviço

Data: 16 de junho de 2024

Horário: 9h

Local: Igreja Metodista Central de Campinas

Rua Ferreira Penteado, 415 – Centro

Classificação Livre, Entrada Gratuita

Busque

Linhas de Campinas

Linhas de Paulínia

Linhas de Hortolândia

Linhas de Sumaré