Adoção e abandono de animais crescem igual na pandemia

     Adoção e abandono de animais crescem igual na pandemia

    A pandemia do novo coronavirus trouxe dois lados para os cachorrinhos: um positivo e um negativo. Houve aumento tanto de adoções quanto de abandono.

    De acordo com informações do Centro de Zoonoses do Distrito Federal, entre janeiro e setembro deste ano foram adotados 341 cães e gatos na região, contra 168 animais ao longo de todo o ano de 2019.


    Apesar disso, houve um aumento no abandono. Em 2019 passaram pelo canil do DF um total de 669 cães e gatos. Somente entre janeiro e setembro de 2020 já passaram 660 animais.

    O problema é que muita gente acaba adotando gatos e cães simplesmente por impulso, modismo ou até comoção, porém durante a pandemia notou-se que não é tão fácil assim ter um animal de estimação em casa.

    Ao descobrir que os cãezinhos e os gatinhos também precisam de cuidado, atenção e carinho, as pessoas acabam abandonando por não ter condições financeiras de arcar com tudo.

    Por isso, é importante sempre pensar bem antes de adotar um animal de estimação, pois é necessário cuidar e dar muito carinho à ele, e não fazê-lo sofrer mais do que já sofria.

    Da Redação ODC.
    Fonte: Giro 19.

    Outras notícias