Aluna de 13 anos de escola do Jd. Yeda morreu por complicações pós-covid

 Aluna de 13 anos de escola do Jd. Yeda morreu por complicações pós-covid

Foto: Wagner Souza / colaboração para o ODC

A jovem Ana Clara Macedo dos Santos, de 13 anos, que morreu após a volta às aulas em Campinas, foi vítima de uma síndrome causada pela covid-19.

Ana Clara estava no 8º ano da Escola Estadual Escritora Raquel de Queiroz, no Jardim Yeda, e morreu no dia 24 de fevereiro.

Segundo a Prefeitura, a morte foi por Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica pós-Covid-19


A Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica pós-Covid-19 caracteriza-se por inflamações da parede dos vasos sanguíneos de órgãos como rins, articulações, sistema nervoso central e vias respiratórias.

O diagnóstico baseia-se na presença de sinais e sintomas clínicos inespecíficos que devem ser avaliados dentro do contexto epidemiológico e excluída outras causas.

Veja entrevista com a família

Outras notícias