Alunos pagam curso mas aulas não voltam após recesso de fim de ano em Indaiatuba

 Alunos pagam curso mas aulas não voltam após recesso de fim de ano em Indaiatuba

Marcio Campos

Um suposto golpe está sendo investigado pela polícia de Indaiatuba. Um grupo de 14 pessoas registraram boletim de ocorrência após o empresário Luiz Fernando Fuga Júnior receber o dinheiro para ministrar um curso de necropsia, porém o curso não foi concluído.

De acordo com informações, o curso começou em novembro do ano passado em uma unidade de ensino local, porém parou por causa do recesso de final do ano. As aulas deveriam ter sido retomadas agora em janeiro, mas isso não aconteceu até o momento.

120 alunos foram selecionados para fazer o curso de forma gratuita, porém quando houve a inscrição foi solicitado pelo organizador R$ 3 mil para os materiais didáticos e mais R$ 50 para uniformes. Havia a possibilidade de parcelamento, mas quem pagasse à vista teria desconto.


Muita gente parcelou e chegou a pagar as primeiras parcelas. A desconfiança surgiu quando as vítimas descobriram que os contratos não tinham um CNPJ válido e o nome da empresa era diferente, além dos valores pagos serem diferentes. O empresário teria prometido dinheiro fácil para todos os cursandos, além de mudança de vida, já que a certificação para exercer a profissão viria rápido.

O empresário disse que não foi possível prosseguir com as aulas pois precisa de um novo local para as aulas, porém duas alunas teriam atrapalhado as negociações. Disse também que quem pagou o material à vista, ele não tem como devolver o dinheiro delas.

Sobre a diferença no CNPJ, o empresário disse que parte dos contratos foram feitos em nome de uma outra empresa dele, que foi fechada e que foi solicitada a documentação novamente para a atualização, mas muita gente não foi. Um novo lugar já foi encontrado e que as aulas serão retomadas em breve. Os alunos deverão aguardar e serão informados via grupo de WhatsApp.

Da Redação ODC.

Outras notícias