Amigos e familiares fazem protesto silencioso e pedem justiça no caso de morte de jovem em Campinas

 Amigos e familiares fazem protesto silencioso e pedem justiça no caso de morte de jovem em Campinas

Foto: Divulgação

Os amigos e familiares do jovem Jordy Moura Silva, de 15 anos, que morreu baleado por um guarda municipal no último dia 5 de abril no bairro Reforma Agrária, fizeram um protesto silencioso nas redes sociais.

O líder da comunidade, André da Silva Franco, disse o seguinte: “Enquanto comunidade, estamos fazendo uma mobilização simbólica para a data não passar em branco, e com isso impressionar e cobrar respostas das autoridades sobre o caso. O guarda foi solto dois dias depois e a gente teme que este caso fique impune”.

O guarda municipal que baleou o jovem pelas costas enquanto ele estava na garupa de uma moto com o irmão, chegou a ser preso na época mas já foi colocado em liberdade.


De acordo com o secretário de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública, Luiz Augusto Baggio, o guarda está afastado de suas atividades e segue sem trabalhar. Os laudos periciais do caso ainda não ficaram prontos.

O secretário ainda disse que o guarda é antigo na corporação e já responde alguns processos antigos, inclusive criminais. A corregedoria continua investigando e acompanhando o caso.

Da Redação ODC.

Fonte: Correio Popular.

Leia também: Nem Ministério da Saúde sabe mais quando será o pico de mortes do novo coronavirus no Brasil

Outras notícias