Bombeiro bêbado bate em carro parado e mata criança de 9 dias de vida

 Bombeiro bêbado bate em carro parado e mata criança de 9 dias de vida

Um bebê com 9 dias de nascimento morreu dentro de um carro após um acidente causado por um bombeiro na cidade de Itatiba. A mãe da criança, Gerlaine Sodré de Jesus, entrou dentro do carro que estava estacionado na rua para proteger a filha dos fogos de artifícios que estavam sendo soltos à 1h da manhã de 01/01.

A mãe estava amamentando Viviane Sodré da Silva quando o carro em que estavam foi atingido por outro. O bebê foi lançado para frente e bateu a cabeça no para-brisa. Uma outra filha de Gerlaine, de 3 anos, também estava no carro e teve uma lesão na testa. O bebê passou por cirurgia mas não resistiu e acabou falecendo no hospital.

O carro que causou o acidente estava sendo conduzido por Robson Fabiano Gabriel, que é bombeiro militar. Ele estava embriagado e foi encaminhado para o Presídio Militar Romão Gomes, mas a Justiça entendeu que houve apenas lesão corporal culposa, já que não havia informação nos autos sobre a morte do bebê.


Com a liberação pela audiência de custódia, o bombeiro pagou R$ 4 mil de fiança e foi solto. Como o caso levará 30 dias para ser investigado, constará a morte do bebê e o bombeiro deverá ser indiciado por homicídio culposo.

O bombeiro Robson atua no 7º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Campinas. Apesar do caso, ele não será afastado das funções até o final das investigações.

Da Redação ODC.

Outras notícias