Campinas acaba com drive-thru de produtos não-alimentícios e restringe funcionamento de mais estabelecimentos

 Campinas acaba com drive-thru de produtos não-alimentícios e restringe funcionamento de mais estabelecimentos

A prefeitura de Campinas anunciou mais uma série de restrições nesta última quarta-feira, dia 24/03, na tentativa de combater a expansão da pandemia do novo coronavirus na cidade.

Agora, a partir de amanhã, dia 26/03, haverá restrição no acesso a estabelecimentos de serviços essenciais. Poderá entrar apenas uma pessoa por família em padarias e supermercados.

Outra restrição é o fim do drive-thru para bens que não sejam de alimentação. Dessa forma, acaba a entrega direta no carro em estabelecimentos considerados não essenciais.


As demais regras do toque de recolher continuam valendo. Todas essas medidas valem até o dia 4 de abril e incluem o fechamento de concessionárias de veículos, atendimento de pet shop passa a ser apenas para urgência e emergência, assim como serviços de manutenção predial.

Os estabelecimentos de assistência técnica só poderão atender reparos de equipamentos médicos e hospitalares. Em relação a um possível lockdown, a prefeitura segue recusando a proposta, dizendo que é impossível paralisar pelo menos 80% da frota de ônibus, em virtude dos deslocamentos de funcionários do setor de saúde.

Segue abaixo o resumo das novas medidas:

• Padarias, supermercados, atacadistas e comércios em geral que vendam gêneros alimentícios e produtos de limpeza: presencial até as 20h (com limite de uma pessoa por família), podendo atender delivery até o limite de horário regular do estabelecimento.

• Comércios e prestadores de serviço: atendimento somente por delivery até o limite de horário regular do estabelecimento

• Bares, lanchonetes, padarias e restaurantes localizados no interior de postos de combustíveis e derivados: atendimento exclusivo mediante serviços de delivery e drive-thru. Proibido atendimento do consumidor fora do veículo, no interior do estabelecimento ou do posto de combustíveis. Devem encerrar drive-thru às 20h e delivery fica permitido até o limite de horário regular do estabelecimento.

• Concessionárias de veículos: fica proibido o atendimento presencial;

• Clínicas veterinárias e pet shops: atendimento apenas para casos de urgência e emergência;

• Manutenção predial: atendimento apenas para casos de urgência e emergência;

• Serviços de assistência técnica: atendimento apenas para casos emergenciais, para equipamentos médicos/hospitalares, e relacionados às atividades de trabalho.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Dono de adega em Campinas é preso após violar lacre de seu estabelecimento e resistir à GM

Outras notícias