Campinas chega aos 88% de ocupação de leitos de UTI; Novos leitos serão abertos

 Campinas chega aos 88% de ocupação de leitos de UTI; Novos leitos serão abertos

Campinas conta nesta terça-feira, 25 de maio, com 398 leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 nas redes pública e particular de saúde. Deste total, 351 estão ocupados, o que corresponde a uma taxa de ocupação de 88,19%. Há 47 leitos livres nas redes municipal e privada. Os dados foram apresentados pelo prefeito Dário Saadi, durante transmissão ao vivo na tarde de hoje.

Nesta terça-feira, na cidade, também há nove pacientes à espera por leitos Covid-19 de UTI. “Há 15 dias, nós tínhamos um total de 600 pessoas internadas com Covid em Campinas; hoje são 750, o que acende um sinal de alerta para nossas equipes”, disse Saadi.

O presidente do Hospital Mário Gatti também demonstrou preocupação com o momento. “Voltamos a ter um pequeno aumento na ocupação de leitos, o que nos chama a atenção”, disse. “Nós estamos em um nível de internação hospitalar no pico, bastante alto, com poucas vagas. Começamos a ter uma lista de espera e esses são sinais que nos preocupam e que coincidem com o período de abertura e do Dia das Mães”, completou.


Na rede pública – municipal e estadual – a ocupação de leitos de UTI Covid está em 100%. No município, há um leito vago, que é exclusivo para gestantes.

Os leitos estão disponibilizados da seguinte maneira:

SUS Municipal: 151 leitos, dos quais 150 estão ocupados, o que equivale a 99,34%. Há 1 leito livre.

SUS Estadual: 40 leitos, dos quais 40 estão ocupados, o que equivale a 100%. Não há leitos livres.

Particular: 207 leitos, dos quais 161 estão ocupados, o que equivale a 77,78%. Há 46 leitos vagos.

Hospital Metropolitano terá 40 leitos para pacientes com Covid-19

O Hospital Metropolitano terá, a partir da próxima semana, 40 leitos para pacientes com Covid-19. Serão 15 leitos de UTI e 25 de enfermaria. O anúncio foi feito durante transmissão ao vivo pelo prefeito Dário Saadi e pelo presidente da Rede Mário Gatti, Sérgio Bisogni, nesta terça-feira, 25 de maio.

“Já estamos com uma equipe contratada e, em breve, os leitos do Metropolitano serão abertos, reforçando nossa rede de atendimento”, explicou Bisogni.

A ideia inicial, segundo o presidente, era manter o Metropolitano exclusivo para atendimento Covid e o Mário Gatti para não-Covid. “Nós estamos revendo este plano. Tudo vai depender da evolução desta semana”, completou.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também: Parte dos trajetos das linhas 345 e 348 serão unificados a partir de segunda, dia 31/05

Outras notícias