Campinas identifica mais dois casos de Varíola dos Macacos na cidade

 Campinas identifica mais dois casos de Varíola dos Macacos na cidade

Divulgação

A Secretaria de Saúde confirmou na tarde desta quinta-feira, 28 de julho, mais dois casos de varíola dos macacos (monkeypox) em Campinas.


Os pacientes são um homem, de 26 anos, e uma mulher, de 37. Os dois são autóctones. Com isso, a cidade passa a contar com nove confirmações da doença.

A Pasta acompanha os casos e faz busca ativa e monitoramento de pacientes e contactantes.

Assistência

A rede municipal de saúde está preparada para atendimento, diagnóstico e monitoramento dos casos de monkeypox. O atendimento para os pacientes com suspeita da doença está disponível nos centros de saúde, prontos-socorros, pronto atendimentos e no Centro de Referência em IST, HIV/Aids e Hepatites Virais.

Sintomas

São considerados suspeitas da doença pessoas de qualquer idade que tenham apresentado início súbito de erupção cutânea aguda, única ou múltipla, em qualquer parte do corpo, incluindo a região genital. Pode ou não estar associada à febre, dor no corpo, dor de cabeça, entre outros sintomas.

Também devem ser considerados o histórico de contato íntimo com desconhecido e/ou parceiro casual nos 21 dias que antecederam o início dos sintomas; o vínculo com casos suspeitos de monkeypox; o histórico de viagem a um país endêmico ou países com casos da doença nos 21 dias anteriores ao início dos sinais, além do contato com pessoas que tenham viajado a esses locais.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também: Brasil passa dos 66,5 milhões de inadimplentes em maio

Outras notícias