Campinas passa a emitir atestado sanitário para portadores de gripe forte

 Campinas passa a emitir atestado sanitário para portadores de gripe forte

A Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar e a Secretaria Municipal de Saúde orientam as pessoas com sintomas gripais leves, sem maior comprometimento da saúde, a procurarem as unidades de saúde mais próximas de suas residências. Aquelas que estão com sintomas mais graves devem procurar as unidades de pronto atendimento (UPA) e pronto-socorros.

É importante que quem tem sintomas gripais evite contato com outras pessoas até ter um diagnóstico.

O município oferece, pela internet, o Atestado Sanitário, para que aquelas com sintomas leves possam se ausentar do trabalho. A orientação visa evitar que as pessoas circulem, aumentando os riscos de disseminação do coronavírus.


O Atestado Sanitário é emitido por um período de três dias, em conjunto com um encaminhamento para o serviço de saúde para a pessoa ser avaliada, testada e receber, após avaliação clínica, um atestado médico completando o período de afastamento, se for necessário. A licença obriga a permanência em isolamento domiciliar durante 14 dias e, caso o solicitante apresente informações falsas, pode responder judicialmente.

O documento é válido para morador ou quem trabalha na cidade. Ele pode ser solicitado por meio de autodeclaração preenchida no endereço https://covid-19.campinas.sp.gov.br/atestado-sanitario ou pelo serviço 160.

As solicitações serão direcionadas para um profissional de saúde que entrará em contato com o solicitante pelo telefone registrado. A equipe que fará contato é formada por profissionais de saúde do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) da Secretaria Municipal de Saúde. Os dados são avaliados e o atestado é enviado em até 24 horas, por um e-mail.

Para solicitar o atestado é necessária a presença de dois ou mais desses sintomas de síndrome gripal e sintomas compatíveis com covid-19: febre/sensação de febre, coriza/nariz escorrendo, tosse seca, congestão nasal/nariz entupido, dor de garganta, tosse com catarro, dor no corpo, perda de olfato, perda de paladar.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também: Árbitro de futebol pede indenização por ofensas em jogo, mas não é atendido

Outras notícias