Prefeitura de Campinas reabre parques e bosques neste sábado, dia 15/08; Veja todas as regras

 Prefeitura de Campinas reabre parques e bosques neste sábado, dia 15/08; Veja todas as regras

O prefeito Jonas Donizette anunciou nesta última quarta-feira que os parques, bosques e clubes de Campinas serão reabertos a partir do próximo sábado, dia 15/08.

A reabertura será feita apenas de quarta-feira a domingo, sempre das 7 da manhã às 13 horas. Todos os parques deverão operar com apenas 30 por cento da capacidade e com uso de máscara por todos.

Os parques e bosques de Campinas que vão reabrir são os seguintes:


Lagoa do Taquaral
Bosque dos Jequitibás
Lago do Café
Parque Ecológico Monsenhor Emílio José Salim
Parque dos Guarantãs
Bosque Ytzhak Rabin
Bosque Chico Mendes
Bosque São José (Praça Francisco Vivaldi)
Bosque Ferdinando Tilli – Parque Valença
Bosque dos Cambarás
Bosque Augusto Ruschi
Bosque dos Italianos (Praça Samuel Wainer)
Bosque dos Alemães (Praça João Lech Júnior)
Bosque dos Artistas
Parque Hermógenes Leitão de Freitas Filho
Parque das Águas
Bosque da Mata
Bosque Santa Bárbara
Parque Linear Capivari
Pedreira do Chapadão
Parque Luciano do Valle
Parque Dom Bosco
Praça da Juventude
Lagoa do Jambeiro (Praça José Ferreira de Toledo)

As recomendações para frequentadores são as seguintes:

• Parques e clubes: cumprir o distanciamento de 1,5 metro durante a formação de filas.
• Parques e clubes: uso de máscara é obrigatório.
• Só clubes: pessoas terão as temperaturas aferidas na entrada do estabelecimento. Caso a temperatura do sócio esteja acima de 37,8°C, o clube deve orientar o retorno para casa e a busca de atendimento médico.
• Recomendável que frequentadores dos grupos de risco de agravamento pela Covid-19 evitem a visitação.

Nos parques mudam o seguinte:

• Acesso máximo de 30% da capacidade de público no primeiro mês.
• O número de pessoas permitido no local deverá estar informado ao público em local visível.
• Recomendável organizar entrada e saída para evitar aglomerações e reduzir número de portarias de acesso.
• Disponibilizar álcool em gel em diversos pontos do local.
• Cumprir o distanciamento de 1,5 metro durante a formação de filas.
• Recomendável marcar piso para sinalizar distanciamento entre as pessoas.
• Uso obrigatório de máscaras por funcionários e visitantes.
• Espaços fechados, como bibliotecas, museus e viveiros, devem permanecer com restrição de funcionamento.
• Quadras poliesportivas, áreas de lazer infantil e de exposições permanecem com acesso impedido.
• Monitorar diariamente os sintomas dos servidores dos parques e não permitir a permanência de sintomáticos para Covid-19.
• Eventos, aulas coletivas e corridas em grupo estão proibidas.
• Áreas para atividades individuais devem estar sinalizadas.
• Lanchonetes, quiosques de alimentos e lojas de souvenirs podem abrir, respeitando protocolo do setor.
• Bebedouros de uso direto devem ser trocados ou desativados. Recomendados os modelos com funcionamento por torneiras.
• Banheiros e lavatórios devem ser higienizados, no mínimo, a cada três horas, além de antes da abertura e após o fechamento.

Nos clubes muda o seguinte:

• Público restrito a 40% da capacidade.
• O número de pessoas permitido no local deve estar visivelmente informado ao público.
• A conferência do documento de acesso deverá ser visual ou através de leitores óticos.
• Organizar a entrada e a saída para evitar aglomerações, reduzir o número de portarias de acesso.
• Uso de máscara é obrigatório, não sendo permitido adentrar no clube sem máscara.
• Disponibilizar álcool em gel em diversos locais.
• Cumprir o distanciamento de 1,5 metro durante a formação de filas.
• Sempre que possível, utilizar marcação no piso para sinalizar o distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas.
• Espaços fechados, assim como nos parques, permanecerão com restrição de funcionamento.
• Quadras poliesportivas, atividades coletivas, áreas de lazer infantil, piscinas recreativas e áreas de exposições permanecem com acesso impedido.
• As atividades de esporte, de nível profissional, seguem cronograma específico de liberação.
• Áreas de atividades individuais, como corridas, caminhadas, ciclismo, devem estar sinalizadas para evitar aglomerações.
• Restaurantes, lanchonetes e quiosques de alimentos podem funcionar respeitando o horário de funcionamento do clube (6 horas diárias), e utilizando o protocolo sanitário específico do setor de bares e restaurantes.
• Bebedouros de uso direto devem ser trocados ou desativados. O recomendado é o modelo com torneiras.
• Banheiros e lavatórios devem ser higienizados, no mínimo, a cada três horas, além de antes da abertura e após o fechamento.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Bebê abandonada na porta de igreja no final de semana já tem uma nova família

Outras notícias