Campinas recebe doses da Pfizer e define calendário na próxima semana

 Campinas recebe doses da Pfizer e define calendário na próxima semana

Campinas recebeu nesta sexta-feira, 4 de junho, 14.004 doses da vacina da Pfizer/Biontech contra a Covid-19.

A estratégia de distribuição aos centros de imunização, o início da aplicação e os grupos que serão priorizados para essa vacina serão definidos na próxima semana pelo Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa).

Campinas foi incluída entre as cidades que receberão o imunizante por solicitação do prefeito Dário Saadi ao ministro da Saúde Marcelo Queiroga, no final de abril, quando acompanhou o desembarque do primeiro lote da vacina da Pfizer no Aeroporto Internacional de Viracopos.


No encontro, o prefeito informou que Campinas teria condições técnicas de armazenar a vacina em freezers e geladeiras especiais.

Com a autorização dada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em maio, para que as vacinas contra a Covid-19 da Pfizer e da BioNTech sejam armazenadas em temperaturas de geladeira (de 2 a 8 graus Celsius), não será necessário o uso de freezers especiais.

As vacinas podem ficar em geladeiras por até 31 dias. Anteriormente, o prazo era de apenas cinco dias.

A chegada das doses vai permitir que Campinas avance na vacinação contra a Covid. Até quarta-feira, a cidade havia vacinado 487.129 pessoas com os imunizantes CoronaVac e AstraZeneca, sendo 320.507 com a primeira dose e 166.622 com a segunda.

Outras notícias