Campinas tem visita técnica a Centro de Educação Ambiental em Joaquim Egídio

 Campinas tem visita técnica a Centro de Educação Ambiental em Joaquim Egídio

Foto: PMC

Os profissionais da Coordenadoria de Vigilância de Saúde do Trabalhador e Determinantes Ambientais, integrante do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) da Secretaria Municipal de Saúde, realizaram nesta quarta-feira, dia 26, uma visita técnica no Centro de Educação Ambiental Marco Antonio Vicentini – Estação Ambiental de Joaquim Egídio. O evento faz parte das comemorações do Dia Mundial da Educação Ambiental e segue o Plano Municipal de Educação Ambiental. O secretário do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Rogério Menezes, recebeu os trabalhadores.

“Estamos avançando neste diálogo entre saúde e meio ambiente. Há hoje uma relação direta estabelecida entre degradação ambiental e consequência na saúde pública inclusive no caso das epidemias. A ação conjunta, intersetorial e transversal é nosso maior desafio. Seguiremos perseguindo-o”, afirmou Rogério Menezes. E completou: “A moderna visão de saúde pressupõe o cuidado com o meio ambiente. A saúde única, também conhecida como medicina da conservação”.

O encontro foi iniciado com a palestra “Campinas + 10: um panorama sobre a questão socioambiental no município”, ministrada por Rogério Menezes. Em seguida foi realizada uma trilha ecológica guiada pelas proximidades.


A atividade é fruto de uma parceria firmada entre a Coordenadoria Setorial de Projetos e Educação Ambiental e o Devisa. O objetivo é fortalecer projetos e ações integradas sob a premissa da sustentabilidade ambiental e da saúde única, em que as políticas públicas de saúde humana, saúde animal e meio ambiente se integrem em temas relacionados aos determinantes ambientais. Entre os exemplos estão o fomento às Cooperativas de Materiais Recicláveis e as ações de combate às arboviroses e zoonoses.

Estão previstas outras visitações técnicas deste grupo em todos os Centros de Educação Ambiental de Campinas, ainda neste semestre. “Os encontros são oportunidades para conhecer e integrar os projetos, entender as metodologias de trabalho, estruturas existentes e as abordagens realizadas com os públicos em cada CEA, de acordo com as particularidades de cada território e a análise de situação de saúde territorial”, disse Amandi Buzon Rodelli, coordenador de Projetos e Educação Ambiental da SVDS. Também estiveram presentes Gustavo Merlo, diretor de Educação Ambiental na SVDS e Leandro Ferreira, da Secretaria de Cultura e Turismo.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também: Presidente do Sindicato dos Rodoviários é executado na porta de casa

Outras notícias