Caso do Baroneza: avó materna fica com criança de 3 anos; mãe segue presa

 Caso do Baroneza: avó materna fica com criança de 3 anos; mãe segue presa

A criança de três anos que foi espancada e depois deixada em casa pela mãe no Jardim Baroneza, em Campinas, vai ficar com a avó materna.

A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP)

A SSP confirmou também que o Conselho Tutelar foi acionado para este caso, mas o órgão não respondeu a nenhum dos contatos realizados pelas emissoras de TV da cidade.


A PM informou inicialmente que a menina foi socorrida ao Pronto-Socorro São José, porque estava com hematomas pelo corpo e ferimentos na região dos olhos.

Mas, a Secretaria de Segurança Pública informou que ela precisou ser levada ao Hospital Mário Gatti em virtude das lesões sofridas.

A prefeitura informou, por meio de assessoria, que a criança está bem, recebeu alta da unidade médica, e o caso também é acompanhado pela Secretaria de Assistência Social.

Veja nota na íntegra

O caso foi registrado na 2ª DDM de Campinas como maus tratos e abandono de incapaz. A autora, de 24 anos, foi presa em flagrante e será encaminhada para audiência de custódia. Devido as lesões, a criança foi socorrida ao Hospital Mário Gatti. O Conselho Tutelar foi acionado e a menina entregue a avó materna.

Outras notícias