Casos de dengue crescem em Campinas; Alguns bairros concentram mais pacientes

 Casos de dengue crescem em Campinas; Alguns bairros concentram mais pacientes

Enquanto os casos de infecção pelo novo coronavirus continuam crescendo não só em Campinas mas como em toda a região, outro problema segue aumentando: a dengue.

Até a semana passada a cidade de Campinas registrou um total de 928 casos de dengue, o que dá uma média de 37 por dia considerando o período entre 28 de março e 22 de abril.

Os casos são apenas desse período acima citado. No total a cidade já tem 2090 casos confirmados da doença causada pela picada do mosquito Aedes Aegypti.


Por enquanto, não há nenhuma morte pela doença neste ano. No ano passado houve a terceira pior epidemia da história, totalizando 26.300 casos e cinco mortes.

Os bairros onde há a maior incidência da dengue engloba Jardim Lisa, Jardim Ipaussurama, Jardim Monte Alto e Cidade Satélite Íris, na região noroeste.

Há também muitos casos na sudoeste, onde estão os DICs, Aeroporto de Viracopos, Santa Lúcia e Novo Campos Elíseos. Na norte, onde fica Barão Geraldo, Nova Aparecida e Bonfim, há 426 casos.

É necessário sempre reforçar a necessidade de se limpar o quintal e não deixar água parada, evitando assim o aparecimento de larvas do mosquito que também podem causar zika e febre chikungunya.

Da Redação ODC.

Fonte: G1

Leia também: Vereadores de Campinas querem reduzir salários e doar diferença para a Secretaria de Saúde

Outras notícias