Centro de Pesquisa de Campinas desenvolve sistema onde energia é conduzida por bambu

 Centro de Pesquisa de Campinas desenvolve sistema onde energia é conduzida por bambu

Em meio ao enorme furto de cabos elétricos para venda e troca por drogas, o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) em Campinas desenvolveu um sistema de cabeamento que usa bambu para conduzir energia.

Em parceria com a Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro, a pesquisa foi publicada em uma respeitada revista científica.

A nova técnica poderá ser futuramente usada em dispositivos eletrônicos e na construção civil. Os próximos testes serão feitos para verificar a viabilidade da transmissão de dados com a mesma técnica.


Os cientistas chegaram a conclusão pelos seguintes motivos:
– A estrutura interna do bambu tem de 30 a 40 microcanais alinhados por onde passam água e os nutrientes da planta.
– Os poros são muito finos, da espessura de um fio de cabelo.
– Na pesquisa, foram revestidos com tinta metálica a base de prata.
– Com a sucção a vácuo, a tinta preenche todo o comprimento dos poros e deixa o material disponível para conduzir eletricidade.
– Bambu é uma planta de crescimento muito rápido, com espécies que chegam a aumentar 1 metro por dia.

Da Redação ODC.

Outras notícias