Centro de Reabilitação do Hospital Ouro Verde volta a atender ao público

 Centro de Reabilitação do Hospital Ouro Verde volta a atender ao público

Foto: PMC

O Centro de Reabilitação do Complexo Hospitalar Prefeito Edivaldo Orsi (Hospital Ouro Verde) volta a atender a partir da próxima segunda-feira, dia 18 de outubro, pacientes que necessitam de reabilitação física. A reabertura da unidade terá um enfoque especial, mas não exclusivo, para aqueles com sequelas respiratórias, cardiológicas e neurológicas em decorrência da Covid-19. Casos tradicionais, como reabilitação ortopédica, pós-AVC e outros, também serão atendidos.

O espaço onde a unidade está instalada já era utilizado para reabilitação de pacientes antes da pandemia. Mas com o avanço da doença e a necessidade de ampliação de leitos para atendimento de infectados pelo coronavírus, o hospital instalou no local 38 leitos de enfermaria Covid.

Com a melhora dos indicadores da pandemia, esses leitos foram desativados no final de agosto e o local preparado para o retorno da área de reabilitação, mas agora com enfoque para atendimento de pacientes com sequelas da Covid.


Antes da pandemia, explica a diretora do Hospital Ouro Verde, Cynthia Herrera, eram ofertadas 5 mil consultas mensais de procedimentos de reabilitação, sendo a maioria sessões de fisioterapia. “No momento, o setor retorna com capacidade de 3 mil consultas mensais de procedimentos de reabilitação física, respeitando-se distanciamento e protocolos sanitários vigentes. O encaminhamento para este centro é feito pelas Unidades Básicas de Saúde, mediante agendamento no sistema on-line gerido pelo Município”, afirma.

A área de reabilitação, segundo ela, é um setor tradicional do hospital, está em atividade desde 2010, e representava o principal recurso de fisioterapia, fonoterapia e terapia ocupacional de Campinas até meados do ano passado.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também: Praça da Juventude no DIC V terá série de atividades pelo Outubro Rosa na terça, dia 19/10

Outras notícias

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *