Chef internacional ganha dinheiro cozinhando dentro da própria casa; Veja como

0
18

Quem nunca teve vontade de empreender e obter lucros em sua própria casa, que levante a primeira pedra. Trabalhar no conforto de seu lar tem apresentado uma busca crescente e faz parte dos sonhos de boa parte dos brasileiros. O que nem todos sabem é que isso não é tão difícil assim de realizar. Algumas pessoas que já deram o primeiro passo no universo do empreendedorismo já estão conseguindo ótimos resultados.

O Brasil chegou a 38% na TTE (Taxa de Empreendedorismo Total), segundo pesquisa realizada pela GEM (Global Entrepreneurship Monitor), o que significa que em torno de 52 milhões de brasileiros já são donos do seu próprio negócio. E o melhor de tudo é que esse número só tende a aumentar!

Para começar, vale observar quais são as habilidades que fazem toda a diferença, quais negócios estão em alta para os próximos anos e qual das opções mais se encaixa dentro do investimento possível. Depois de pesquisar, escolher um nicho e conhecer melhor o mercado, é hora de partir para o planejamento e elaborar o almejado plano de negócio ideal!

Este foi o caminho de Manu Oltramari, Chef Internacional, que sempre sonhou em empreender e viajou 30 países ao redor do mundo para ampliar seu conhecimento de sabores e aromas. Ao retornar para o Brasil, decidiu que não iria abrir um restaurante, mas fazer aquilo que fala mais alto ao seu coração: compartilhar tudo que aprendeu e dividir novas experiências com outras pessoas.

Entretanto, a pergunta que não quer calar é: como ela conseguiu começar a empreender? Por meio da vontade de trabalhar com mais autonomia, ela uniu o sonho de ensinar com a praticidade de obter lucros no conforto de sua casa. Então ela criou um método de aulas que incluía diversas opções de pratos de cultura gastronômica local de um determinado país, além de ensinar também harmonização com bebidas para turmas de até 10 alunos no máximo. Segundo Manu Oltramari, “não levava 2 horas para as vagas das aulas ficarem esgotadas e ainda com fila de espera!”.

Com isso, a Manu passou a empreender e alcançar muitas pessoas que também possuem este sonho e amam cozinhar. Aqui vão as dicas que ela mesma elaborou para ajudar a quem também pensa em adentrar nessa jornada de realização pessoal e profissional:

  1. É necessário ter uma cozinha equipada com utensílios básicos para trabalhar;
  2. Definir um número máximo de alunos por aula, para que cada um receba a devida atenção e usufrua de pratos e talheres para degustar a comida que será preparada durante a aula;
  3. Escolher um local que possa comportar pelo menos 10 pessoas e, dessa forma, garantir um bom lucro – além de oferecer mais conforto para os alunos;
  4. Elaborar um menu especial para chamar a atenção de mais pessoas. Dica: comida italiana normalmente agrada muitas pessoas! Escolher 2 entradas básicas, 1 prato principal e 1 sobremesa prática, com ingredientes fáceis de serem encontrados já contribui bastante para que os alunos possam replicar em casa;
  5. Fazer um manual com as receitas da aula impressas para oferecer a cada aluno, além de uma caneta para que possam fazer anotações enquanto o conteúdo é transmitido;
  6. Divulgar o trabalho que é feito nas aulas! Falar sobre a temática da aula, o local e o dia para montar as turmas. É preciso também atentar para a quantidade de inscritos!;
  7. Dica bônus: o método da aula show é cozinhar enquanto os alunos aprendem o passo a passo de cada prato ao redor do preparo. Porém, caso alguém queira colocar a mão na massa, não tem problema permitir: é interessante para tornar a aula ainda mais interativa e dinâmica!

Sabendo que é possível empreender cozinhando em casa e tendo os 7 passos fundamentais para montar sua 1ª aula show da chef Manu em mãos, é hora de começar os planos para seu negócio próprio.

Saiba mais sobre o curso online de gastronomia mundial WWChef da chef Manu: http://www.wwchef.com.br

Website: https://manuoltramari.com.br/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui