Clínica veterinária congelava animais mortos para cobrar mais estadias dos donos

 Clínica veterinária congelava animais mortos para cobrar mais estadias dos donos

Uma clínica veterinária de Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte, foi fechada por cometer vários crimes. Além de estelionato, maus-tratos e associação criminosa, a clínica tinha por hábito congelar animais mortos para continuar cobrando pela estadia.

Quando um animal morria, ao invés da clínica avisar os donos, eles congelavam o bicho e continuavam cobrando pela internação. Alguns animais ficaram congelados por mais de uma semana. Depois disso, o dono era avisado e o animal, descongelado. Para simular que a morte tinha sido há pouco tempo, era aplicada uma injeção.

Além disso, a clínica vendia medicamentos proibidos, fazia aplicação de remédios de humanos em animais e reaproveitava próteses de outros animais mortos. Por fim, os animais ainda tinham sangue extraído sem autorização para que pudesse ser usado em transfusões.


Os veterinários donos da clínica foram presos. Apesar de todas as acusações, os donos se disseram surpresos com a operação e que após análise das denúncias, irão se pronunciar.

Da Redação ODC.

Outras notícias