Os primeiros testes de entrega de alimentos com um drone foram feitos em Campinas com sucesso. A ação reduziu o tempo de entrega de 12 para 2 minutos, em média.

As entregas serão feitas pelo aplicativo iFood através de um “droneport”, que é um espaço dedicado para os pousos e decolagens dos drones. De lá, o equipamento sai para buscar a encomenda em um shopping, depois de um pedido feito pelo celular.

O drone, projetado para esse serviço, foi feito no Brasil mas 90% dos componentes são importados. Ele pesa cerca de 10 quilos e consegue carregar até 2 quilos de carga.

Antes da decolagem a encomenda precisa ser pesada para verificar se o drone aguenta. Depois que o drone pega o alimento no shopping e leva até esse droneport, a encomenda é direcionada a um entregador que leva até a casa do cliente.

Com autonomia de voo de cerca de 30 minutos, o drone consegue andar em um raio de até cinco quilômetros. Toda a operação é automatizada, porém há o acompanhamento do operador caso seja necessária alguma intervenção.

Por enquanto, os testes foram feitos com sucesso e em breve Campinas poderá figurar como a primeira cidade do país a ter entregas nessa modalidade.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Rapaz de 20 anos que estava desaparecido é encontrado morto dentro de saco de lixo