Confira as mudanças econômicas que o Governo Federal quer implantar após a Reforma da Previdência

 Confira as mudanças econômicas que o Governo Federal quer implantar após a Reforma da Previdência

O Governo Federal está preparando uma série de medidas econômicas que serão enviadas para votação no Congresso após a aprovação final da Reforma da Previdência no Senado, o que deve acontecer nos próximos dias. Veja algumas das propostas que estão baseadas em quatro pilares: regras da arrecadação de estados e prefeituras, reforma administrativa, reforma tributária e privatizações:

– Aumento de repasse dos recursos do petróleo para os estados e para as prefeituras
– Aumento no repasse do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) entre 10% e 15%
– Aumento no controle de gastos
– Criação de um Conselho Fiscal para analisar os repasses de dinheiro público.
– Autorização de contratação de celetistas e temporários para cargos públicos
– Alinhamento dos salários iniciais do serviço público ao do serviço privado
– Progressão de carreira no serviço público
– Avaliação dos servidores públicos
– Unificação de impostos e taxas
– Desonerar a folha de pagamento
– Aumento de impostos sobre lucros e dividendos
– Redução da cobrança de imposto de renda das empresas
– Redução de deduções no imposto de renda das pessoas físicas
– Concessões de R$ 100 bilhões em benefícios fiscais
– Privatização imediata da Telebrás, Correios, Codesp, Dataprev, Serpro, Emgea, Ceitec, Ceagesp e ABGF.
– Venda de participações do BNDES em empresas de capital aberto.

Parte dessas medidas deverão ser votadas até o começo do ano que vem. O objetivo é melhorar o estado da economia e gerar mais empregos.


Da Redação ODC.

Outras notícias

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *