As cooperativas de reciclagem de Campinas ainda estão fechadas por causa da pandemia do novo coronavirus, e isso já está gerando grandes problemas em várias frentes.

A cidade tem cerca de 1000 trabalhadores que estão parados por causa do fechamento das cooperativas. Todos são ligados ou não às 12 cooperativas existentes.

O problema é que nem a metade conseguiu ter acesso ao auxílio emergencial do Governo Federal de R$ 600,00 e só 10% conseguiram o Cartão Nutuir, da prefeitura, no valor de R$ 90,00.

Muitos são catadores de materiais recicláveis e não receberam até o momento nenhum material de proteção, como máscaras e álcool em gel. Cestas básicas foram distribuídas, mas são insuficientes pois as famílias são grandes.

O retorno das atividades poderá acontecer ainda neste mês de setembro, de acordo com a prefeitura de Campinas, mas não foi estabelecida uma data efetiva para isso.

Da Redação ODC.
Fonte: CBN
Leia também: Criança é encontrada abandonada na rua; Mãe estava em baile funk no Jd. Itatinga