COTUCA e COTIL passam a oferecer cotas étnico-raciais e sociais a partir deste ano

 COTUCA e COTIL passam a oferecer cotas étnico-raciais e sociais a partir deste ano

Os colégios técnicos da Unicamp localizados em Campinas e em Limeira vão passar a ter cotas étnico-raciais e sociais a partir do próximo processo seletivo.

A aprovação do novo método de seleção aconteceu durante reunião do Conselho Universitário realizada nesta última terça-feira, dia 02/06. O Cotil e o Cotuca terão novos processos.

O número de alunos nos dois colégios chega a 3600, sendo 2100 em Campinas e 1500 em Limeira. 70% das vagas serão destinadas para alunos que cursaram o Ensino Fundamental 2 inteiro em escola pública.


Do total dessas vagas, 35% serão destinadas a alunos autodeclarados pretos, pardos e indígenas. Dessa forma, os 30% restantes serão de ampla concorrência, para qualquer pessoa.

A proposta já vinha desde 2018 e foi muito discutida em várias instâncias, até que finalmente chegou-se ao final com uma conclusão. A ideia chegou a ser debatida com a comunidade.

As cotas já passam a valer a partir deste ano para o ano letivo de 2021. A Unicamp afirma que 78,2% dos alunos matriculados no Ensino Fundamental 2 são da rede pública, o que fará mais justiça durante a seleção.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Campinas institui máscaras de mergulho adaptadas para uso no tratamento da Covid-19

Outras notícias