Cresce número de brasileiros que arrumam emprego para ganhar um salário mínimo

 Cresce número de brasileiros que arrumam emprego para ganhar um salário mínimo

O número de pessoas empregadas que ganham até um salário mínimo cresceu no Brasil nos últimos meses. Com isso, houve aumento na desigualdade e uma precarização do trabalho.

As regiões que ganharam mais trabalhadores que ganham até um salário mínimo são as do Sudeste, que teve mais de 859 mil pessoas nesse critério, e a região Norte, com mais de 306 mil trabalhadores. No Nordeste houve queda no número de pessoas nessa condição, porém 55% ganham um salário mínimo.

A retomada lenta do emprego seria um dos motivos. De acordo com os últimos números, ainda do ano passado, 27,3 milhões de brasileiros ganham até um salário mínimo. A explosão da informalidade foi fator decisivo para esses números.


Do total, 20,9 milhões são trabalhadores do mercado informal e 6,2 milhões são com carteira assinada e que ganham 1 salário mínimo. Com a crise econômica, aumentou o número de pessoas com mais escolaridades que caíram na informalidade ou aceitaram salários mais baixos. Há muitos graduados trabalhando e ganhando o mínimo.

Da Redação ODC.

Outras notícias