Depois de 10 anos de atraso, Pronto-Socorro Metropolitano é inaugurado em Campinas

 Depois de 10 anos de atraso, Pronto-Socorro Metropolitano é inaugurado em Campinas

Com quase 10 anos de atraso, o Pronto-Socorro Metropolitano finalmente começou a funcionar na Avenida Papa João Paulo II, na Vila Padre Anchieta em Campinas.

A obra foi feita com verba do Governo do Estado para que o prédio possa atender pacientes vindos de Campinas, Sumaré e Hortolândia, já que na região as três cidades têm divisas em comum.

No local está funcionando uma unidade de UPA, denominada Anchieta-Metropolitana. Com isso, a UPA do Nova Aparecida deixa de funcionar e todos devem se direcionar para a nova unidade.


O novo prédio conta com 26 leitos de observação e um total de 145 funcionários, incluindo enfermeiros, médicos, profissionais de manutenção e administrativos.

A capacidade de atendimento é de até 20 mil por mês. A obra inicialmente estava orçada em R$ 10,5 milhões, mas a empresa contratada pela prefeitura fez tudo por R$ 7,5 milhões.

Previsto para ter a obra iniciada em 2010, começou apenas em 2018 depois de vários problemas no projeto. A Rede Mário Gatti está administrando o local.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Polícia prende mulher que tentou envenenar os próprios filhos com chumbinho

Outras notícias