Descendentes de italianos são mais propensos a serem obesos e diabéticos, revela pesquisa

 Descendentes de italianos são mais propensos a serem obesos e diabéticos, revela pesquisa

Woman measuring her belly fat with her hands close up

Uma pesquisa realizada na Unicamp fez uma revelação surpreendente sobre a obesidade na população brasileira. De acordo com os resultados, há uma relação entre paulistas descendentes de italianos com diabetes e obesidade.

De acordo com a pesquisa, pessoas com descendência europeia e que povoam o interior paulista tem maior propensão genética a acumular açúcares e gorduras. 900 mil marcadores genéticos foram distribuídos nos genomas de 264 pessoas.

A maioria dos pesquisados, cerca de 80%, são de descendência europeia, quase que todos da Itália, muito predominante na região do interior paulista e que representa grande parte dos atendimentos no Hospital de Clínicas da Unicamp.


Com o estudo, poderá ser facilitadas novas pesquisas para combater esse mal que está presente cada vez mais em todo o mundo.

Da Redação ODC.

Outras notícias