Diretora e professora mediadora são afastadas das funções em escola de Campinas

 Diretora e professora mediadora são afastadas das funções em escola de Campinas

Depois de toda a confusão envolvendo um aluno, a diretora e a professora mediadora da Escola Estadual Aníbal de Freitas foram afastadas de suas funções.

A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Educação. As duas mulheres agora vão fazer trabalhos exclusivamente burocráticos.

Tudo começou depois que a duas profissionais de educação recriminaram um aluno de 11 anos que havia sugerido fazer um trabalho escolar com a temática LGBT.


O aluno ficou em choque e precisou de auxílio psiquiátrico depois de tudo que aconteceu em um grupo de WhatsApp.

A direção da escola se manifestou através de carta, informando que lamentou o caso. A polícia está investigando tudo.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Diagnóstico precoce nas cardiopatias congênitas é fundamental no tratamento da doença

Outras notícias