Drone fica preso entre duas torres de presídio e detentos ficam sem drogas em Campinas

 Drone fica preso entre duas torres de presídio e detentos ficam sem drogas em Campinas

Os bandidos estão cada vez mais sofisticados e até usam drones para enviar e receber drogas dentro dos presídios. O curioso é que certas coisas acontecem em centros semi-abertos.


Desta vez um drone levando porções de cocaína e maconha foi apreendido na terça-feira, dia 21/04, após ficar preso entre duas torres no Centro de Progressão Penitenciária em Campinas.

Junto ao drone estavam colocados 180 gramas de maconha e mais 310 gramas de cocaína, já devidamente distribuídas em porções individuais para consumo.

O caso aconteceu por volta das 11 horas da manhã e o operador do equipamento não foi localizado. Dessa forma, os presos ficaram sem a droga que tanto esperavam.

O problema vai acabar ficando para o operador do drone, que vai ter que prestar contas ao traficante pela perda da droga e também do equipamento, que não é barato.

Da Redação ODC.

Outras notícias