Em um mundo cada vez mais digital, ainda existe espaço para crescimento do marketing no papel?

 Em um mundo cada vez mais digital, ainda existe espaço para crescimento do marketing no papel?

Não existe dúvida: o mundo é digital. Em meio a grande vitrine disponibilizada no online, empresas e corporações buscam novos caminhos para alcançar os clientes. Nesse momento, é comum sentir insegurança. Afinal, o que trará o melhor resultado? Investir no marketing digital ou impresso?

Embora exista uma forte tendência às telas intermediando o contato entre cliente e empresa, 80% das corporações estão apenas engatinhando no marketing digital, segundo o estudo “Digital Marketing Readiness”, disponibilizados pela Associação Brasileira de Anunciantes, Aba, em conjunto com a consultoria McKinsey.

Sem erros


A maneira utilizada pelas empresas para disseminar suas ideologias e valores, durante muito tempo, foi apenas o impresso. “O boom da internet é recente. Até então, a maneira mais efetiva de dialogar com o público-alvo era, de fato, a utilização de material impresso”, diz Camila Eskenazi, sócia-fundadora da Gráfica Online Eskenazi.

A especialista complementa dizendo que os materiais que conhecidos ainda são capazes de levar informações completas. “Quando pensamos em um folder ou flyer , fica muito claro que é possível transmitir uma ideia completa por meio destes”, diz. “Realizar esse tipo de trabalho vai muito além do essencial: traz credibilidade e surpreende”, complementa.

Entre os materiais mais indicados para uma divulgação offline, estão: catálogos, revistas e até mesmo os famosos cartões de visita ou comemorativos. “Em casos pontuais, é eficiente mesclar o digital e o impresso. Inserir um QR code em um cartão corporativo que direcione o lead diretamente para a agenda com certeza renderá uma reunião. É preciso ousar e ir além da inovação”, finaliza Camila.

Outras notícias