Emdec ativa semáforos inteligentes em dois cruzamentos de Campinas

 Emdec ativa semáforos inteligentes em dois cruzamentos de Campinas

Foto: PMC

Na semana em que Campinas completa 248 anos, a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) ativou, na última quinta-feira, 14, a tecnologia “inteligente” em mais dois cruzamentos semaforizados de Campinas. Receberam câmeras que identificam o fluxo de veículos os seguintes cruzamentos: Avenida Theodureto de Almeida Camargo x Rua Carolina Florence, no Jardim Nossa Senhora Auxiliadora, região do Taquaral; e Rua Dr. Pereira Lima x Avenida General Euclides de Figueiredo x Avenida Dr. David Vicente, na região da Vila Industrial.


São cinco câmeras instaladas na região do Taquaral e outras três na região da Vila Industrial. Agora, sete cruzamentos de Campinas já contam com a tecnologia. O investimento foi estimado em R$ 140 mil.

A partir do fluxo identificado pelas câmeras, o sistema regula o tempo de permanência na fase verde, com base na demanda veicular, reduzindo o tempo ocioso e a espera semafórica, em tempo real e de forma automática. Além de se adaptarem às condições de trânsito e evitar lentidões, os semáforos “inteligentes” diminuem os períodos de pico nos cruzamentos contemplados e inibem o desrespeito às fases semafóricas, ampliando a segurança viária e prevenindo acidentes.

“É inovação como presente para a população pelos 248 anos de Campinas. Essa tecnologia favorece a fluidez viária e diminui o tempo de deslocamento das pessoas pela cidade, o que resulta em mais qualidade de vida”, destacou o presidente da Emdec, Vinicius Riverete.

Para selecionar os cruzamentos contemplados, a Emdec considerou o volume de veículos e a importância estratégica dos locais. A Avenida Thedoureto de Almeida Camargo concentra fluxo de entrada e saída da cidade. Já a Rua Dr. Pereira Lima dá acesso ao Terminal Multimodal “Ramos de Azevedo” e apresenta alto fluxo de veículos em feriados prolongados, por exemplo.

Atualmente, Campinas conta com 678 cruzamentos semaforizados. São 633 de regulamentação e 45 de advertência. Do total de 633 semáforos de regulamentação, 370 (58,5%) são centralizados, ou seja, ligados à Central de Monitoramento.

Os novos equipamentos não são utilizados para a fiscalização de trânsito, ou seja, não detectam avanço semafórico, excesso de velocidade ou qualquer outro tipo de infração de trânsito.

Entenda a tecnologia

Instaladas nos braços semafóricos, as câmeras detectam o fluxo de veículos nas vias. Os dados alimentam um sistema que ajusta os tempos semafóricos, em tempo real, de acordo com a quantidade de veículos registrada na via, dando mais fluidez ao trânsito. Outros critérios são os intervalos sem que haja a passagem de veículos e a presença de veículos com prioridade.

Histórico

O projeto-piloto de semáforos “inteligentes” foi iniciado pela Emdec com a implantação das câmeras no cruzamento das vias Waldemar Paschoal e Marechal Carmona, na região central, em 2019.

Em 2021, o projeto foi estendido para outros dois cruzamentos semaforizados: Rua Engenheiro Cândido Gomide x Rua Camargo Paes (Jardim Guanabara); Avenida das Amoreiras x ruas Maria Anna Cremasca Levantezi x Antônio Vicente Levantezi (Parque Montreal).

E no último mês de abril, a Administração Municipal anunciou a implantação de sistemas de semáforos “inteligentes” nos cruzamentos das vias Waldemar Paschoal e Antônio Cesarino, no Centro; e das avenidas Suaçuana e Jacaúna, na Vila Aeroporto.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também: Chás no inverno: o consumo da bebida é sinônimo de sabor e benefícios à saúde

Outras notícias