Emdec e Setransp fazem ações educativas sobre uso de bolsões de motos em cruzamentos

 Emdec e Setransp fazem ações educativas sobre uso de bolsões de motos em cruzamentos

Foto: PMC

Dando continuidade à série de abordagens educativas para orientar sobre o uso correto das áreas reservadas para motociclistas, sinalizadas em cruzamentos semaforizados, equipes da Secretaria Municipal de Transportes (Setransp) e da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) realizam mais duas ações, durante esta semana. As abordagens integram a Campanha 3Rs (Respeite, Repense, Reduza).

Nesta segunda-feira, dia 27 de dezembro, a ação educativa será realizada no cruzamento entre a Avenida Orosimbo Maia e a Rua Delfino Cintra, no período das 14h até as 15h30. E na quarta-feira, dia 29 de dezembro, no cruzamento da Avenida Dr. Moraes Salles com a Rua Irmã Serafina, no período das 9h até as 10h30.

As ações educativas estão sendo realizadas desde o último dia 20 de dezembro. Educadores e agentes da mobilidade urbana orientam os motoristas a não avançarem a área reservada para motos; e os motociclistas recebem dicas sobre como utilizar o espaço com segurança para serem vistos pelos demais veículos. A importância do respeito à linha de retenção, aos semáforos e à faixa de travessia também é enfatizado.


Áreas de espera

A sinalização de área reservada para motociclistas foi implantada em dez cruzamentos semaforizados, no contexto da Campanha 3Rs (Respeite, Repense, Reduza). São 27 áreas de espera no total, distribuídas na região central e no eixo das avenidas John Boyd Dunlop (JBD) e Amoreiras.

A Campanha 3Rs é intersetorial e coordenada pelas secretarias municipais de Transportes, Saúde e Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública; e pela Emdec. O movimento envolve, ainda, organizações e parceiros privados.

Para saber mais, acesse o hotsite da campanha (www.emdec.com.br/Campanha3Rs). O objetivo é conscientizar e mobilizar motociclistas para a construção de um trânsito mais seguro e harmonioso.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também: Sorveteiro gasta indenização de R$ 71 mil em 30 dias e volta para as ruas

Outras notícias