A marginal sentido bairro da Avenida John Boyd Dunlop será bloqueada a partir desta quarta-feira, 12/08, no trecho entre Avenida Império do Sol Nascente e Rua José dos Santos, para obras do Corredor Campo Grande do BRT. Fique atento às mudanças de circulação perto do Unimart Shopping!

Os motoristas desviarão pela Império do Sol Nascente e pelas ruas Mário de Sampaio Ferraz e José dos Santos, que temporariamente terá sentido único nas duas últimas quadras, na chegada à John Boyd Dunlop.

Também ficarão interditados o acesso ao sentido Centro e a travessia da John Boyd Dunlop pela Avenida José Pancetti. Para seguir rumo ao Jardim Miranda, o motorista precisará entrar no sentido bairro, passar sob a Rodovia Anhanguera (SP-330) e retornar pela Rua Alfredo Battibugli e Avenida Transamazônica.

Os veículos estarão proibidos de circular pelo trecho bloqueado, mas serão preservados os acessos aos estabelecimentos comerciais. A interdição deverá durar aproximadamente dez dias.

NOVA SINALIZAÇÃO
Haverá proibições de parada e estacionamento à direita na rota de desvio e novas paradas obrigatórias na Império do Sol Nascente e José dos Santos. Todas essas alterações no trânsito serão temporárias, apenas para o período de bloqueio na marginal.

ÔNIBUS
O ponto que funciona em frente ao Unimart será transferido para a Império do Sol Nascente, na altura do número 170, perto da Saulo de Carvalho Luz. As obras causarão interferências nas linhas 116, 134, 210, 211, 212, 220, 221, 222, 223, 224, 229, 230, 231, 240, 241, 242 e 249.

O PROJETO
A marginal sentido bairro receberá trabalhos de drenagem, fresa e requalificação asfáltica. Futuramente, este trecho da avenida terá dez faixas de rolamento, sendo quatro expressas e duas do BRT na passagem em desnível e quatro nas marginais.

Acesse todas as informações e notícias dos corredores Campo Grande, Ouro Verde e Perimetral do BRT em www.emdec.com.br.

As informações são da Emdec.
Leia também: 
Mais de 4 toneladas de carnes, aves e embutidos são jogados em rua do Jd. do Lago II em Campinas