Empresa de alimentos em shopping é condenada por racismo contra funcionária em Campinas

 Empresa de alimentos em shopping é condenada por racismo contra funcionária em Campinas

Uma empresa de alimentação localizada em um shopping de Campinas foi condenada a indenizar uma mulher haitiana por danos morais por conta de assédio e racismo.

O valor da indenização é de R$ 25 mil. A vítima trabalhou no local entre agosto de 2015 e junho de 2018. Durante todo esse período, a mulher foi assediada moralmente.

Ela foi contratada para ser atendente porém só trabalhou dentro da cozinha, onde fazia trabalhos pesados, inclusive durante um período de gravidez.


O gerente da unidade colocava apenas ela para fazer esse tipo de serviço pesado e disse que não gostava de gente assim e que ela não prestava para nada.

Essa foi uma decisão de segunda instância no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 15ª região, já que na primeira instância a mulher não tinha conseguido a vitória. Ainda cabe mais um recurso, agora no TST (Tribunal Superior do Trabalho), onde o valor da indenização pode reduzir ou aumentar.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Menino de 4 anos é encontrado morto dentro de carro; Suspeita é de asfixia

Outras notícias