O ex-jogador da Ponte Preta e do Corinthians Reginaldo Revelino Jandoso, mais conhecido como Piá, foi mais uma vez detido pela Polícia.

Sua prisão aconteceu na manhã do último sábado, dia 23/05, na cidade de Cordeirópolis por ter furtado envelopes de depósitos de caixas eletrônicos.

A polícia já o estava observando há alguns dias por câmeras de segurança, quando houve a suspeita. Piá e outro homem foram presos com um dispositivo que retira envelopes dos caixas.

A dupla estava com 140 reais em dinheiro e um cheque de R$ 8300,00. É a quarta vez que o ex-jogador é preso pelo mesmo crime e há a suspeita de que ele tenha participado de outras 8 ações do mesmo tipo.

Uma das suspeitas é de um crime que aconteceu em Campinas, onde foi instalado um “chupa-cabras” que não deixa o envelope cair para dentro do caixa.

A primeira prisão de Piá aconteceu em 1999, quando ainda jogava na Ponte Preta, pois era suspeito de ser coautor de um assassinato, onde acabou sendo absolvido.

Depois disso, o ex-jogador foi preso outras vezes por roubo a banco. Além de ter jogado na Ponte e no Corinthians, Piá começou no Santos e passou pela Portuguesa, Coritiba, Bragantino, Inter de Limeira, entre outros.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Mário Gatti abre 42 vagas na área de saúde; Veja as exigências e como se inscrever