Ex-prefeita Izalene Tiene é testemunha do MST no caso da reintegração de posse de fazenda em Valinhos

195

A Justiça de Valinhos determinou a desocupação da Fazenda Eldorado, ocupada por famílias do MST e que transformaram o espaço na ocupação Marielle Vive. A juíza do caso deu 15 dias úteis a contar da data de publicação da ordem no Diário da Justiça para que o terreno de 1000 hectares seja desocupado de forma voluntária. Do contrário, a desocupação deverá ser feita de forma forçada.

A ex-prefeita de Campinas, Izalene Tiene, consta no processo como uma das testemunhas que disseram que a área era improdutiva, uma das condições para que propriedades sejam desapropriadas para fins de reforma agrária, porém a justiça entendeu que não, pois o local estava alugado para uma pessoa que fazia a criação de 150 cabeças de boi, e mesmo assim houve a ocupação.

O local foi ocupado em abril de 2018 e as famílias que estão no local seguem apreensivas pois não têm para onde ir. Recentemente uma pessoa morreu atropelada no local após um homem com uma picape avançar sobre os moradores. Os responsáveis pela ocupação afirmam que ainda não foram notificados mas que deverão recorrer em outras instâncias.

Da Redação ODC.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui