Facebook e Instagram já retiraram mais de 22 milhões de conteúdos de ódio das redes

 Facebook e Instagram já retiraram mais de 22 milhões de conteúdos de ódio das redes

A rede social Facebook identificou ao redor do mundo, mais de 22 milhões de conteúdos com discurso de ódio somente no terceiro trimestre de 2020.

Para cada 10 mil visualizações de conteúdo, pelo menos entre 10 e 11 tinham algum material desse tipo. No Instagram foram mais de 6,5 milhões de conteúdos com discurso de ódio.

Uma série de anunciantes suspenderam seus contratos com o Facebook em junho deste ano alegando que a rede deveria fazer mais para acabar com o ódio e com a desinformação.


Os números do levantamento pelo Facebook são os seguintes:

22,1 milhões de peças de conteúdo de discurso de ódio;
19,2 milhões de peças de conteúdo violento e gráfico (foram 15 milhões no segundo trimestre);
12,4 milhões de peças conteúdo de nudez infantil e conteúdo de exploração sexual (9,5 milhões no segundo trimestre);
3,5 milhões de conteúdos de bullying e assédio (2,4 milhões no segundo trimestre).

Já no Instagram os dados são os seguintes:

6,5 milhões de peças de conteúdo de discurso de ódio (3,2 milhões no segundo trimestre);
4,1 milhões de peças de conteúdo violento e gráfico (3,1 milhões no segundo trimestre);
1 milhão de peças de nudez infantil e conteúdo de exploração sexual (481.000 no segundo trimestre);
2,6 milhões de conteúdos de intimidação e assédio (2,3 milhões no segundo trimestre);
1,3 milhão de conteúdos de suicídios e automutilação (277.400 no segundo trimestre).

O crescimento dos números se deve a ferramentas de inteligência artificial que fazem as moderações. 94,7% do conteúdo de ódio foi removido nesses três meses, contra 80,5% no ano passado e 24% em 2017, mostrando que a ferramenta foi aprimorada.

Da Redação ODC.
Fonte: Repórter Beto Ribeiro
Leia também: Motoboy acusa Popeyes do Campinas Shopping de racismo ao negar lhe vender um lanche

Outras notícias