Falso policial civil que roubava moto mata três policiais militares durante tiroteio

 Falso policial civil que roubava moto mata três policiais militares durante tiroteio

Três policiais militares foram mortos por um jovem que estava se passando por policial civil neste último sábado, dia 08/08 em São Paulo. Foram mortos Celso Ferreira de Menezes Júnior; Victor Rodrigues Pinto da Silva; e José Valdir De Oliveira Júnior.

Dois rapazes tinham saído de uma festa e abordaram uma moto na Avenida Escola Politécnica no Butantã. Os três policiais viram a cena e abordaram a moto e o carro onde os jovens estavam.

Cauê Doretto de Assis, de 24 anos, apresentou uma carteira falsa de policial civil. Durante a averiguação, ele sacou uma arma e baleou um policial na cabeça, acertou o outro e seguiu atirando.


Vitor Mendonça, que estava com Cauê no carro, foi o único sobrevivente, já que no tiroteio o atirador também acabou morrendo. “Ele surtou, surtou, eu não entendi nada do que aconteceu, juro por Deus”, disse Vitor na delegacia ao confirmar que os dois tinham bebido álcool.

Depois do tiroteio, ficou comprovado que a carteira de Cauê era falsa. Dois dos policiais que morreram deixaram esposas grávidas. O terceiro estava há 10 anos na corporação.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Prefeitura de Campinas anuncia reabertura gradual de parques e bosques da cidade

Outras notícias