Família de Campinas consegue na Justiça direito de cultivar maconha para tratar filhos autistas

56

Uma família de Campinas conseguiu na Justiça o direito de cultivar a planta da maconha em casa para uso em fins medicinais no tratamento dos dois filhos.

O habeas corpus concedido dá direito aos pais das crianças de terem a cannabis sativa em casa. Os filhos do casal foram diagnosticados com Transtorno do Espectro Autista.

Os dois filhos do casal são tratados com óleo de cannabis desde abril de 2019 e de acordo com a defensoria pública, que está cuidando do caso, houve melhora significativa.

Antes desse tratamento as crianças passaram por outros tratamentos que não surtiram o efeito esperado. O óleo era comprado da Associação Abrace Esperança, única no Brasil que possui autorização para produção medicinal da cannabis.

Como a demanda da associação é enorme, o fornecimento acaba sofrendo interrupções, prejudicando o tratamento. A família já recebeu cursos e palestras de preparação para o cultivo da cannabis.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Polícia Militar encontra local onde ia acontecer festa rave em Jaguariúna