O forte calor que está sobre a região de Campinas já causa problemas respiratórios na população. O tempo está tão seco que a umidade do ar chegou a 18,9%, o que indica estado de alerta.

Há 11 dias a região está nesse estado e caso continue caindo, poderá entrar no estado de emergência, o que obrigará a suspensão de algumas atividades ao ar livre.

O índice mais baixo foi registrado na tarde do último sábado, dia 12/09, quando a umidade relativa do ar despencou para 12,4%, ou seja, faltou muito pouco para o estado de emergência.

Além disso, as altas temperaturas continuam sendo registradas. Ontem, às 13h07 os termômetros marcaram 34,2°C. Até o final da semana a temperatura deverá oscilar e chegar até à 35°C.

Por conta disso, é recomendável evitar atividades ao ar livre durante o período do pico do sol para evitar insolação, e deve ser feita muita hidratação a todo momento.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Mulheres são encontradas mortas dentro de cisterna de motel