Funcionários responsáveis pelo Porto de Beirute são presos após explosão que matou centenas

 Funcionários responsáveis pelo Porto de Beirute são presos após explosão que matou centenas

Os funcionários responsáveis pelo porto de Beirute, que explodiu na tarde desta última terça-feira, dia 04/08, estão sendo mantidos em prisão domiciliar por ordem do governo libanês.

O Líbano decretou estado de emergência por duas semanas, e dessa forma a segurança do país fica a cargo do Exército. Ao menos 5 mil pessoas se feriram e outras 135 morreram em decorrência da explosão.

No porto estavam armazenados em um depósito 2750 toneladas de nitrato de amônia há pelo menos seis anos, sem os devidos cuidados. Os danos causados pela explosão podem chegar a 5 bilhões de dólares.


Silos de trigo que ficavam no porto acabaram sendo atingidos pela forte explosão. A estimativa é de que pelo menos 85% de todos os grãos do país estavam armazenados no local e foram perdidos.

Pelo menos 250 mil pessoas estão desabrigadas por causa da explosão no porto de Beirute. A causa exata do incêndio ainda não foi descoberta, mas acredita-se que o incêndio começou em um depósito de fogos de artifício e depois chegou ao depósito com nitrato de amônia, usado em fertilizantes.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Vizinhos de cantor reclamam de festas e lives em condomínio de luxo e vão à justiça

Outras notícias