Goleiro Bruno assina com time do Acre, que já perde patrocínios e recebe críticas

65

O time do Rio Branco, localizado no Acre, anunciou nesta última terça-feira, dia 28/07, a contratação do goleiro Bruno, que foi condenado por ter matado a ex-namorada Eliza Samudio em 2010.

O problema é que em menos de 24 horas do anúncio, o clube já teve uma série de problemas, com perda de um patrocínio de 14 anos, a saída da técnica do time feminino do clube e a emissão de uma nota de repúdio da Ordem dos Advogados do Brasil local.

Apesar de tudo isso, o presidente do Rio Branco afirmou que vai manter a contratação do jogador, que foi do Flamengo. A chegada do goleiro está prevista para a próxima sexta-feira, dia 31/07.

O contrato firmado é pelo período de seis meses e vai como reforço para o segundo turno do campeonato estadual, para a Série D do Campeonato Brasileiro e pela Copa Verde.

Bruno tem 35 anos e já tentou voltar aos campos pelo Boa Esperança, de Minas Gerais e pelo Operário do Mato Grosso do Sul. Com grandes protestos das torcidas, o goleiro não teve como continuar.

Desde julho do ano passado o jogador passou a cumprir pena em regime semiaberto. Bruno tem um perfil nas redes sociais com 59 mil seguidores, onde posta vídeos de treinamentos no futebol.

Da Redação ODC.
Leia também: Ciclista de 18 anos é atropelado por ônibus no Jd. São Cristóvão em Campinas; Vídeo gravou acidente