Golpista passa 13 horas em restaurante, gasta R$ 3 mil e tenta sair sem pagar conta

 Golpista passa 13 horas em restaurante, gasta R$ 3 mil e tenta sair sem pagar conta

Um rapaz tentou aplicar um golpe em um restaurante de luxo na cidade de Santos mas acabou indo parar na delegacia. Com uma conta de mais de 3 mil reais e sem ter como pagar, a farsa acabou sendo descoberta e o jovem de 26 anos teve que se explicar para as autoridades.

De acordo com as informações, o rapaz foi a um restaurante na Ponta da Praia e ficou por lá por cerca de 12 horas. Ele chegou por volta das 13h alegando ser um jogador de futebol do exterior e começou a fazer pedidos de comida e bebida de alto valor.

Em um certo momento pegou um telefone emprestado de um garçom e chamou três garotas de programa, para quem também fez pedidos. O homem também pediu bebidas a desconhecidos no mesmo local. Porém, em um determinado momento, o golpista chamou a polícia dizendo que sua carteira tinha sumido, porém era uma encenação já que obviamente não teria como pagar a conta.


O rapaz saiu do local por volta das 2 da manhã diretamente para a delegacia junto de uma outra pessoa e as três garotas de programa, que também reclamavam de ter não terem sido pagas pelo golpista.

A polícia informou que o rapaz já tinha aplicado o mesmo golpe dias antes em outros restaurantes de Santos e um deles na Praia Grande. No caso da Praia Grande, o modus operandi foi parecido: o golpista chegou na companhia de um motorista de aplicativo e consumiu cerca de 1 mil reais no bar. Ofereceu bebidas a mulheres e na hora de pagar disse que tinha sido maltratado no local e por isso não ia fazer o pagamento.

O rapaz estava sem dinheiro, sem cartões e sem documentos. Ao motorista de aplicativo o golpista tinha pedido que fosse levado a outro bar em Santos e que pagaria 400 reais pela corrida, o que obviamente não pagou. A irmã do golpista acabou pagando o que o motorista de aplicativo consumiu. O rapaz foi liberado após depoimento.

Da Redação ODC.

Outras notícias