Governo Federal confirma fim do Auxílio Emergencial para poder segurar inflação

 Governo Federal confirma fim do Auxílio Emergencial para poder segurar inflação

O ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou nesta última semana que o auxílio emergencial termina no dia 31 de dezembro de 2020. Com isso, os valores da Bolsa Família voltam ao normal a partir de janeiro.

Com isso, acredita Guedes, a inflação deverá começar a ceder já em janeiro, pois alguns setores deverão sofrer desaquecimento como o de materiais para construção.

Outro motivo que deverá levar à queda da inflação é a aprovação da autonomia do Banco Central pelo Congresso Nacional. Essa aprovação, para variar, está atrasada.


Além disso, Paulo Guedes reclamou que sua equipe já fez o envio de várias propostas para o setor econômico mas que tudo ainda segue parado no Congresso, ou seja, não depende mais dele para ser aprovado.

A reforma tributária também ainda segue em tramitação já que o debate ainda está travado entre os partidos, além do atraso no cronograma de privatizações. Com isso, tudo segue como está.

Da Redação ODC.
Leia também: Outras quatro linhas passam a atender o novo Terminal Santa Lúcia; Confira a nova operação

Outras notícias