Homem é preso por usar carne estragada para fazer linguiça e manter açougue clandestino

 Homem é preso por usar carne estragada para fazer linguiça e manter açougue clandestino

Um homem de 73 anos foi preso por manter em funcionamento um açougue clandestino na cidade de Tarabai, que fica no interior de São Paulo.

A ação policial aconteceu nesta última quarta-feira, dia 11/11, por conta de uma investigação sobre o destino de carcaças estragadas de bovino furtadas para fazer linguiças.

Uma prisão por furto foi feita na cidade de Pirapozinho e a partir daí, novas apurações foram realizadas para tentar descobrir o destino daquelas carnes.


Por meio das investigações descobriu-se esse açougue clandestino e com um mandado de busca e apreensão os policiais chegaram ao local, onde estavam carnes em condições precárias e fora do padrão de higiene exigente.

Foram apreendidos 13 pacotes de linguiças prontas para a venda e outros 17 pacotes com produtos e condimentos para a produção de linguiças e charque, além de 2 tambores de 50 litros com retalhos de carne em salmoura.

Moedores de carne, ensacadeiras, caixotes, balanças, rolos para envasar linguiça e corantes também foram apreendidos. O homem está à disposição da Justiça.

Da Redação ODC.
Fonte: Repórter Beto Ribeiro
Leia também: Carreta que carregava retroescavadeira perde freio e desce rua paralela à John Boyd em Campinas

Outras notícias